domingo, março 06, 2016

Brevê

Para voar,
é preciso aprender com os passarinhos
chamá-los de mestre,
e cantar as manhãs
Para voar,
é preciso encher os ossos de vento
e amar a própria pequenez
se sentar para dormir entre as miudezas que você chama de ninho
(e é possível que também ajude
ciscar um verme ou dois)
Para só depois fechar os olhos,
e perder o chão.

(czarina/Nathalie Lourenço)

3 comentários:

Caminhos... disse...

Estou entrenuvens!!!

Caminhos... disse...

Estou entrenuvens!!!

Leandro Jardim disse...

Gênia! Bom-bonito demais!