quarta-feira, abril 08, 2009

carnavaliz[arte]

deixa-me chegar perto
feito vento, feito verso
e fotografar-te com os olhos
contar teus cílios
ver-me em tua íris.
deixa-me ser parte
ser objeto
ser escasso e ser excesso
transbordar dentro.
quero bagunçar o teu coreto
e gritar-te em praça pública.
quero ter-te à mesa
e comer-te quente
servir-te
em palco aberto
único paladar
à moda e à parte
deixa-me carnavaliz[arte]

14 comentários:

(l' excessive) disse...

Uau....
por um momento me pareceu ser todo para mim!
senão vejamos:
liz[arte]
excesso
humm...
deve ser apenas coincidência.
Amei!

sandra regina disse...

Delicioso!! desejos escassos de excessos transbordam profundezas...
Sensorial ao extremo!! bj

Marcos Côrtes disse...

Às vezes que é inevitável, queremos possuir as pessoas, a ponto de tê-las entre os dentes...
Fazê-las parte de nós a ponto de contar os seus cílios...

Isso sempre é tão bom : P

Adorei : P

Nadja disse...

Lindo!
Parabéns!




bjosss

Stephanie disse...

muito bom, Aline!
que bonito!
=)

Yussef disse...

Em duas palavras: MUITO BOM.

Abraços

Márri disse...

Ali
Ali
Ali
sempre
ALINTensosEsCritos

Mulher na Janela disse...

linda e intensa.

beijos...

Robisson Sete disse...

bacana esse

"Monica Mamede" disse...

!

Mãozinhas disse...

adorei

Múcio L Góes disse...

é...

é!!

tbm teamo.

=*

moacircaetano disse...

me deu fome de você!

J.F. de Souza disse...

[emudecido por completo...]
[e maravilhado!!!]

=)

=*