domingo, abril 05, 2009

Vãos Ventos*

ventos
entram
pelo vão
da porta
espalhando
meus poemas
vãos
pelo
chão
ventos
chegam
ventos
passam
ventos
vão
não param
não
vão
levando
tudo
que
não
esteja
bem
preso
ao
chão
leva
tudo
por aí
sem
destino
e sem
razão
em
vão

8 comentários:

Cosmunicando disse...

é um tufão!
=)
bjos

C. disse...

ai, que bom ler vc novamente ^^
um xêro
=**

Judô e Poesia disse...

Belo poema!

Ariane Rodrigues disse...

Preferia sem a última estrofe, mas acho que foi apropriada se quebrando a sonoridade do poema quebras também o significado que vinha tendo até então. Bjos, menino.

Márri disse...

Um vendaval...

Amei Jeff.

Sandra Regina de Souza disse...

bom sentir e ler outros ares....rs...

Aline disse...

vento bravo
verso forte.

belo, JEFF!

moacircaetano disse...

forte, garoto!
muito bom!