quarta-feira, dezembro 30, 2009

terceira remessa de presentes chegandooooooooo...

Confiram!

(...e ainda tem mais! Acompanhem os próximos!) ;)




de: Milene Portela (http://malaguetafina.blogspot.com)

para: Cesar Veneziani (http://cesar.veneziani.zip.net)


sonhos suspirados

pegue 31 boas razões racionais

(as que você chama de boas)

e contraste com 24 motivos emotivos

(os que não precisam ser rotulados)

ponha distância e ligações

pra ouvir só a respiração

esqueça as inconstâncias,

elas estão passadas

(como aquela sua agenda)

misture um olho negro

uma mancha na íris

e um ponto daqui a dois anos

à brisa marinha

sussurrada através do muro

tempere com vontade à vontade

o desejo ainda cru

não modere o fogo

dê tempo, o suficiente

pra morenar a superfície.

o recheio tende a ficar cremoso

e a aparência é a mesma

de um olhar feliz.





de: Cesar Veneziani (http://cesar.veneziani.zip.net)

para: C. M. (http://poemastardios.blogspot.com)


O presente feito em versos

Sou o Cesar, encantado,
me apresento, em reverência!
Sou poeta apaixonado,
sou paulista de nascença.
Me desculpe, encabulado,
me introduzo, com licença!

Foi sorteio nosso encontro,
sendo assim é novidade.
Sua presença aqui, no entanto,
é motivo de vaidade
pra que eu me esforçe um tanto
pra escrever, sinceridade!

No seu blog eu vi ligeiro
tem de prosa até poesia
Tem muito verso faceiro!
Tem alguns que eu queria
ter escrito bem primeiro
pra ganhar a autoria.

Mas chega de enrolação
já tá tarde, tá na hora
de seguir programação
e fazer bem justo agora
o que é minha obrigação:
poetar para a senhora!

(O senhora foi apenas
sinal de educação.
Por favor, não se atenha,
a meus modos, pois senão
pode até ser que te venha
uma falsa impressão!)

Normalmente se verseja
neste tempo natalino
tempo em que se festeja
nascimento do Menino,
do que de mais se deseja
pro futuro e seu destino:

muito amor e muita paz
e saúde, o principal,
que do resto a gente faz
o etecetera e tal
que do fundo a força traz
pra enfrentar de todo o mal.

Se te dou este presente
que em versos eu te fiz,
fique atenta que somente
traz mensagem que te diz:
tenha um ano excelente
e um natal muito feliz!





de: C. M. (http://poemastardios.blogspot.com)

para: Aline Araújo (http://dizaline.blogspot.com)


minha amiga poética é daqui da minha terra e é bem exigente. pediu um poema duplo, taí. cutuque o quanto quiser! temos muitos amigos em comum, mas não nos conhecemos. querendo conhecer, é só dar um toque =)



olha, aline
está difícil
qdo te ler
virou um vício
o servidor
fora do ar
quer desonrar
meu compromisso

esquece essa
de reino unido
és como eu:
recife antigo
de corpo, alma
e paralelepípedos
da lama até
as beiras (do cais)
quebra em letras
minhas palavras
e faz tua Aurora
com mil casinhas
recém-caiadas
torna em brinquedo
constrói uns versos
planetas ou universos

e se eu - criança -
quiser de volta
o meu presente
coloca um laço
e passa na cara
mata a esperança
de repente e diz
sem dó: -deu, tá dado.





de: Aline Araújo (http://dizaline.blogspot.com)

para: Ianê Mello (http://labirintosdaalma.blogspot.com)


Perder-se

Entre uma palavra à esquerda

Uma dúvida à frente

Reflete-se à direita

Fixa na mente

E se eu me perder

No labirinto da alma?

Se me faltar a calma

E não houver o que dizer?

E se a poesia que precisa ser escrita

Não tiver fio de emoção

Nem Ariadne pra guiar?

Podemos ficar perdidos

Passeando descalços

Lavando os pés do Rio

Ouvindo da moça cantar

Os versos doces

Escritos e tecidos

Fio a fio

Se eu me perder nesse labirinto

Talvez ninguém me oriente

E eu ache o caminho nos arquivos

Do lado nascente

Ou onde se faz poesia

Onde ninguém se perde

Ou se encontra

Apenas, poente




E continuemos... =)

11 comentários:

moacircaetano disse...

Hoje, um pouco de humor, mas nem por isso menos lirismo...
Embriago-me, pois!

alex pinheiro disse...

gostei mesmo desse rap aí,,, rs

Bjs, abraços e confraternizadas invenções!

Alexandre Beanes disse...

e a ansiedade aumenta em relativa proporcionalidade ao medo de ter errado nos versos...
papai noel demorando de passar, juro que fui bom menino esse ano.

Renata disse...

Todos lindamente divertidos!
Não vejo a hora
de receber o meu!!! : )

Ianê Mello disse...

Aline Araujo,

que belíssimo poema, querida!

Repleto em lirismo e belas imagens poéticas.

Com certeza você visitou com bastante cuidado os meus labirintos,pois suas palavras descrevem de forma bem real o meu sentir em meus poemas e textos.

Obrigada pela carinhosa homenagem a mim prestada.

Visitarei o seu blog para conhecê-la, também e espero mais visitas suas.

Feliz 2010, com m uita harmonia e paz em seu coração.

Beijo grande.

Iara na Janela disse...

eitaaaaa!!!! tantas lindezas!
cada dia mais bonito esse amigo poético!

beijos a todos!

J. disse...

Eu quero o meu!!!!

Caminhos... disse...

Oxe!
Eu pensei que fosse um repente!
hahahaha

Gostei demais dos poemas de CZ e CM. Adoro este jeito de poetar...

J.F. de Souza disse...

Adoro nossos Amigos Poéticos! Sempre tem coisa boa... =)

Presente da Milene MalaguetaFina pro Cesar Amigo Do Rodolfo! Que bacana que ficou...

E do Cesar pra C. (de Catarina) M. (de Misteriosa)! Mandô bem na improvisação, meu caro!

C.! Quero um presente teu, da próxima vez! Fiquei com inveja da Aline agora...

E gosto demais da poesia de Aline! Tbm quero presente teu! (E agora?)



E ramo que ramo!

Aline disse...

Gente, que delícia.
Adorei ter tirado a Ianne, muito boa as poesias dela, me perdi um bocado.

E C.M, coisa linda sua poesia e, conterrânea ainda mais... deu até pra ler com sotaque recifense. coisa linda!
amei!

C. disse...

hahahaha

own Fejones, não precisa de amigo secreto para trocarmos presentes, viu? =)

aline, que bom que tu gostou ^^
fico feliz mesmo!

Cesar, querido! muito obrigada, rapaz! teu poema ficou lindo e com um quê pernambucano mto massa. adorei!!!

bjos bjos bjos