sábado, fevereiro 06, 2010

Sibilo

Te vejo com todos os vernizes.
Os de bom tom
e os de tristes matizes.

Te vejo com todas as tuas vestes.
E me vês com o que me imprevisto.

Por vezes o sub-reptício
quase arranha a superfície...

Mas é só um lapso...
Somente um risco em nossa planície!

4 comentários:

evandro mezadri disse...

Gostei, muito bem escrita, com belas passagens.
Abraço e sucesso!

alhinhe disse...

beleza de fazer amar.

belo.

=*

Sandra Regina de Souza disse...

daqui eu sopro
quase assovio...
sibilante
arrepio

J.F. de Souza disse...

o que sempre imprevisto
é de mau gosto,
ela me diz