domingo, junho 20, 2010

*

novamente
se repete

se repete
até perder a força

até os temporais
virarem
brisa

2 comentários:

Sandra Regina de Souza disse...

em tempos de ais:
Temporais!
Lindo, Jeff
beijos

moacircaetano disse...

sim...
a repetição
é mãe da insubstanciação...