domingo, julho 04, 2010

Pródigo

até as palavras faltam
quando há pobreza
de espírito

não há recurso
que me sirva
agora

humildemente
volto
ao chão

não posso mais voar


Com este escrito, também eu encerro minha participação deste tão querido Blog de Sete Cabeças.

Guardarei para sempre na lembrança tudo de bom que este espaço me trouxe. E é muita coisa boa! Muita gente boa! Muita poesia boa!

Mas chegou minha hora de partir. Deixo este espaço para quem possa usá-lo melhor que eu.

Abraço todos vocês agora. =)

E Poesia sempre! (Sim, caro Moacir! Poesia sempre!)

3 comentários:

aluisio martins disse...

para poeta não existe vazio.
bravo

Tanara disse...

Há tempos que não passava por aqui. Tem história. Quando volto, encontro uma despedida... Mas desejo boa caminhada!

A czarina das quinquilharias disse...

jeff...
sorte em tudo
não deixa a fonte secar