quinta-feira, agosto 05, 2010

Nick Drake


Ele está em Tânger,
seus acordes permeiam as minhas tardes.
Ele é o cara de Tanworth-In-Arden
com dedos nevoentos de tristeza.
Seu olhar despeja folk pelo ar.
Mas será mesmo que é isso ?
Quem sabe uma lembrança,
um rosto ou voz nunca superado.
Pode ser a beleza de velhos fantasmas
me visitando em plena canção
e dominando a minha alma.

8 comentários:

Lubi disse...

nick drake, sempre inspirador.

um beijo, Gil.

Lubi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
J.F. de Souza disse...

ah, os velhos fantasmas que nos assombram a alma...

1[]!

Maria Ana disse...

beautiful.

moacircaetano disse...

Conheço pouco Nick Drake, devo dizer...
Mas o poema definitivamente aguçou minha curiosidade!

moacircaetano disse...

Conheço pouco Nick Drake, devo dizer...
Mas o poema definitivamente aguçou minha curiosidade!

Bond Come Come disse...

Lindo isso ai que vc escreveu!
Muito bacana essa reverência ao Nick Drake.

Seguinte,

Criei o Nick Drake Brasil, acessem nickdrakebr.blogspot.com

Um abraço,

Nick Drake Brasil disse...

Postarei a poesia no Blog, espero que goste. Passe lá.

Abs

Nick Drake Brasil
nickdrakebr.blogspot.com