quarta-feira, fevereiro 17, 2016

Palavras - poema de Rayanne

a imagem na minha mente sobre Rayanne é
um cavalo correndo livre num campo aberto
a crina balançando com o vento.
a imagem na minha mente sobre Rayanne fala sobre
espontaneidade fala sobre uma força que se
desprende e age, e ainda assim, sensivelmente.

- Lubi Prates
----------


Apreciem, agora, o escrito de nossa convidada de hoje, Rayanne


Palavras

Silenciar até um estado de árvore
Depois de beber sol nas janelas da casa.
Vestir as palavras de alegria,
Ou bordá-las de tristezas.
Transmudar lágrimas em estrelas,
Pendurar luas no rosto e nos beirais.

Sobretudo seduzir as palavras,
E abraçá-las
E beijá-las
Valsar com elas, psicografá-las.

Saber que algumas palavras sim,
E outras palavras são.
Fazer suas vontades,
Saciar-lhes o tesão,
Saber que enquanto umas palavras ardem,
Outras chão.

10 comentários:

Nanna disse...

Belissimo!!!

J.F. de Souza disse...

(...)"Saber que enquanto umas palavras ardem,
Outras chão."

Perfeito! :D

Caminhos... disse...

Silêncio da vida após a morte em vida. Gratidão!

Caminhos... disse...

Silêncio da vida após a morte em vida. Gratidão!

moacircaetano disse...

A sempre Rayanne.
Com suas palavras e cabelos ao vento.
Apaixonante como só ela.

Sandra Regina disse...

Estrela a brilhar! Sempre.
Belos versos!

Lubi disse...

que alegria te ler aqui, amiga.

e que poema! lindo, tocante.

um beijo.
e obrigada.

Marina disse...

Uau, Rayanne... Delícia de poema.

Leandro Jardim disse...

Que beleza, isso podia ser a perfeita descrição-definição deste b7c!
Estrelas! ******

A czarina das quinquilharias disse...

que alegria beber o sol na janela dos seus poemas <3