sábado, fevereiro 02, 2008

Manhã

Então o dia se fez
banhando mais uma vez
de sol os nossos lençóis...

Espreguiçamo-nos lentamente.
Com os corpos ainda quentes
entramos dentro de nós...

3 comentários:

Ch disse...

Caro Moacir;
.
As estrofes do poema dão a quem lê o mesmo sentimento de amplidão das manhãs, com a natural preguiça e os primeiros raios de sol que insistem em chegar.
.
E tudo, claro, é uma bela paisagem.
.
Abraços.
Carlos

J.F. de Souza disse...

Moacir, vc é FUEDA!!! =D

1[]!

Mary disse...

Perfeito, Moa!

:**