quarta-feira, fevereiro 27, 2008

memória

sinto falta do que sempre fui
mesmo
quando o tudo me faltava
mesmo
quando só o nada havia
ainda sim
sentia
um sentir
indo
sem ti

6 comentários:

Anônimo disse...

Conheci o blog há pouco tempo e adorei!
A simplicidade e a criatividade a serviço da sensibilidade.
Muito bom! Voltarei sempre.
Marcia

J.F. de Souza disse...

Hoje só busco na memória
o que me faça ir em frente
Os sentires vazios
viraram história

moacircaetano disse...

sempre intensa...
sempre aline!

Marcos Côrtes disse...

...
um sentir
indo
sem ti
indo
em eu
mesmo
(myself)

Buscarmos nós-mesmos nestes dias de imprecisão

adorei : )

P.S. Gostei da nova imagem, obrigado por ouvirem minha sugestão Rs****

Mary disse...

às vezes eu sinto falta também...

beijos, querida! :*

Leandro Jardim disse...

sem ti, só
a sentir
como se
tirassem só
o só do sorrir


bonito, alinerida!

beiJarins