sábado, julho 12, 2008

Sábado

Hoje tem gente que não trabalha.
Hoje tem gente que aproveita
pra arrumar as tralhas.

Hoje tem gente que nem sai de casa
e dorme o dia inteiro pelado.
Hoje tem gente que come feijoada
acompanhada de um chopp gelado.

Hoje tem gente que aproveita
pra colocar os estudos em dia.
Hoje tem João que aproveita
pra ligar pra Maria.

Hoje tem gente que cultiva suas velhas amizades.
E outros que se flagelam nas catedrais da vontade.

Hoje tem gente que vai à roda-gigante.
E tem pessoas que encontram pessoas
e nunca mais são como antes.

Hojte tem gente que se nunca comeu melado
e de repente se lambuza.
E tem a moça que recebe carinhos
por baixo da blusa.

Hoje tem gente que sai de casa escondido,
esquece a porta aberta
e entrega o ouro ao bandido.
Hoje tem gente que gasta seu dinheiro
como se fosse o derradeiro.

Hoje tem gente que brinca de fazer poesia
e tem gente que lê e se delicia!

Hoje tem gente que sobe em pé de abacate,
pega um litro de leite e faz vitamina.
Hoje tem gente que compra chocolate
e leva pra sua menina.

Hoje tem gente que só espera o domingo
pra começar a outra semana.
Tem gente que se engana
e pensa que a vida é o trabalho.
Tem gente que joga baralho.

Hoje tem gente que escreve um poema longo
e acha que ninguém vai ter paciência
de chegar até o fim.
Pois hoje é sábado
e ninguém tem tanto saco assim.

9 comentários:

Mary disse...

hahaha adorei! delícia! :)

beijoss

Ju disse...

há! o poema é ótimo!!! e, engraçado, tem várias passagens de sábados da minha vida aí!!! como diz o poetinha... "porque hoje é sábado"...
:D
beijão!

Mariah disse...

não recebi a ligaçao...nem o carinho por baixo da blusa.

Anônimo disse...

adorei! e ainda tinha paciência p/ ler mais um tantão de poema seu. e hoje nem é sábado...
Marcia

Alex Pinheiro disse...

Aí existe quem leia o poema numa segunda-feira, visto que estava trabalhando, mas não por achar que a vida é trabalho,,, simples assim, pelo buraco organizacional que estão deixando na formação profissional. Nussa! Viajei em política educacional... haha

Abraços e sabanais invenções! (rs)

Múcio L Góes disse...

Poemaço!!

mis um do cabedal do bom e velho Moa!

leio dez desses até num domingo, que é dia de bingo.

[]´s

Thiago disse...

Isso é poema pra lê e se deliciar a semana inteira !

J.F. de Souza disse...

Mas tem gente que gosta!
E lê mesmo assim essa... Ehr... Bela poesia! =P

Grande Moacir! Sou seu fã!

Anônimo disse...

poema que não deveria acabar nunca!

:)


Alhi