quarta-feira, fevereiro 04, 2009

carrego mágoas enormes
nos bolsos do casaco:
esse repetir dores imaginárias
e repetir repetir até acreditar.

sou um viaduto carneosso
não ergo meu corpo do asfalto.
o peso, disfarço
enquanto amarro os sapatos.

*

Substituindo Aline, enquanto for necessário.

11 comentários:

moacircaetano disse...

A sempre significante e bela poesia de Dona Lubi!

Diretor de Letras disse...

Impressionantemente bonito.

A czarina das quinquilharias disse...

combina tanto com o cinza...

Darlan Júnior (Filé) disse...

Eu gosto! XD

Milene disse...

asfalto, chumbo, sapatos de pedra!
mto bom!

Mary disse...

lindo, lubi! adorando sua participação por aqui!

:*

Sandra Regina de Souza disse...

o peso dos nós!

adrianna coelho disse...


opa!

gostei muito, lubi!

aline disse...

belo, linda.

J.F. de Souza disse...

Lembrou meu poema do último domingo! =)

Lubi! Vc tá arrebentando por aqui!!! DEMAIS!!! =D

=*

(l' excessive) disse...

Também acho!
Ela é ótima!!!!