sábado, fevereiro 28, 2009

Sábado

Sábado não é dia de poesia...
Sábado é dia de sábado,
não de domingo.
Como também não é segunda.
Sábado não é dia de pé na bunda.
Sábado é dia de cerveja.
De mais um lugar à mesa
pra felicidade, não pra tristeza.
Sábado não é dia de escrever, mas de ser
e por isso abdico do direito.
Escrevo na sexta e programo
essa escrita com defeito.
Sábado só amo.

2 comentários:

Nadja disse...

Lindo isso...




:)

Henrique disse...

sabado é dia de ficar o dia inteiro tirando uma partitura no piano e só conseguir tirar a introdução! ahuahuhau E domingo é dia de continuar a tirar o resto da partitura, pelo menos mais 5 compassos.... rs