sexta-feira, abril 09, 2010

Possessividade

esse meu silêncio
em não ousar poesia é
não querer-te
lábio idioma palavra
de outrém
e a in-corporação implícita &
disfarçada de apreciar poesia
porque poesia é você
sobre todas as coisas e
eu não quero eu não ouso
eu silencio
para você ser só meu.

4 comentários:

moacircaetano disse...

Tomar posse da poesia...
personificar a poesia...
e fazer um pouco prosa a magia!

Muito bom, Lubi!

paredro disse...

uma conchinha :)

RiPoNgA disse...

que mágica brincadeira com as palavras! estou encantada!

J.F. de Souza disse...

porque,
certas vezes,
preferimos
guardar a poesia
dentro
de nós