terça-feira, abril 27, 2010

Sem planos

Não vejo outra coisa, amor, do nosso futuro:
morreremos.

Tudo o que me é escuro não é futuro, amor,
é o ir vivendo.


http://duaspartes.blogspot.com

6 comentários:

alhinhe disse...

maravilhoso.

a simplicidade da certeza nossa de cada dia.


beijo.

J.F. de Souza disse...

gosto dessa
simplicidade
de viver a vida
sem tentar
adivinhar
o que há de vir

José Rosa (ZeRo S/A) disse...

Belo!

° Marrí disse...

É viver e viver?
Sou um tanto ansiosa pra conseguir isso... eu como os dias e tons.

Í.ta** disse...

triste

Mary disse...

que venha um pouco de sol! ;)

belo, elaine!

bjus