terça-feira, junho 19, 2007

[...]

"um dia desses quero ser
um grande poeta inglês
do século passado
e dizer
ó céu ó mar ó clã ó destino
lutar na índia em 1866
e sumir num naufrágio clandestino"


p.leminski


porque se eu fosse poeta queria ser assim, o mundo seguindo adiante, e o meu passado no futuro a olhar pra mim.


10 comentários:

Leandro Jardim disse...

Quanta coisa linda grande Múcio... é sempre prima a obra que de ti desdobra!

Ricardo Rayol disse...

Vi, li e gostei, mas achei muito doido

moacircaetano disse...

Lutar contra nós mesmos é ainda mais heróico que lutar na Índia... e sumir num naufrágio diário e contínuo é nossa sempre especialidade...
Por isso somos poetas...

moacircaetano disse...

UM carrega em seu princípio
o meu mesmo mesmo princípio

(o M, que inicia seu nome e o meu)
REssoam CImbalos FEnícios
e seus jogos de precipícios
(seus jogos de palavras que tanto admiro...)
ME SAbem pronto e propíCIO...

diovvani mendonça disse...

Então as travessuras estão aqui!
E ainda na companhia de leminski?

Discípulo e mestre, misturando linhas.

AbraçoDasMinas

Clóvis disse...

Leminski é para todos os tempos; sempre!




Meu abraço.

Nathalia disse...

o blog de vcs acaba de ganhar um prêmio. Blog com Tomates.
http://nathalia0105.blogspot.com/2007/06/prmio.html

Eu* disse...

leminski é o que há! amo!
bjs!

Nanna. disse...

You are the one... Ever!!

:*

Mary disse...

E eu fã dos dois! :D

Bjuss ;**