quinta-feira, dezembro 13, 2007

desordem

tem
o dom de deixar
as coisas
fora do normal,

quando
ela passa,

eu passo mal.
*poeminha pra minha vizinha.

11 comentários:

(l' excessive) disse...

Santo Deus!!!!
Coisa mais lindinha!

Anônimo disse...

hehehehe...

Sei bem o que é isso, meu caro... Sei bem...

Abraços o/

Erika disse...

Poema para a vizinha foi demais.. rsrs

Beijo

www.oncoto.erikamurari.com.br

Anônimo disse...

Não posso dizer o mesmo da minha vizinha........kkkkkkkkkk

Gostei do blog!!!


*abraços

A czarina das quinquilharias disse...

fofo!

Leandro Jardim disse...

hehe, ótimo!

artificio_al disse...

Nem preciso falar nada neh

Amucio

FATO

Anônimo disse...

bisbilhoteiro!!!!!!!
hahaha...
ótimo, ótimo!

Ellemos disse...

Lindo, seu Múcio!

Beijo!

J.F. de Souza disse...

¡Buenazo!

J.F. de Souza disse...

Aliás... ¡BUENAZA!