sábado, dezembro 29, 2007

Sábado

Meu bem...
O futuro
não é lugar seguro
pra se estar...

E o passado
é matéria inerte...
não se presta a flertes
ou pesar.

Então te dou esse presente.
Que é pouco, mas é mais conveniente.

3 comentários:

Múcio L Góes disse...

pqp, cara! [no melhor dos sentidos]

poema fodástico pra fechar o ano!

bjo.

(l' excessive) disse...

hehehehe... múcio tem razão!
poema perfeito.
O presente é o que importa.
Bom 2008 pra você!
abraçao

Leandro Jardim disse...

Ah, ler e sorrir
com o sempre genial
Moacir

abs
Jardinóides