sexta-feira, dezembro 07, 2007

frágil

manuseia-me
com cuidado, meu bem.
hoje eu quero
ser frágil.

porque o mundo lá fora
é aflição, amor.
hoje eu só quero
o afago da sua mão
- compaixão.

9 comentários:

Múcio L Góes disse...

um afago que nos afogue no colchão.

vc sabe me pegar de jeito, né? ah sabe.

babei, beibe!

lov u sol.

Erika disse...

ai, ficou lindo de viver.

beijos

www.oncoto.erikamurari.com.br

ZeRo S/A disse...

Adorei.

. disse...

Perdoe-me,,, uma aproximação maior pode trincar...
Mas do tamanho belas que foram suas palavras coordenando o correto manuseio me deleito em fragilidade também...
Corrompido pelos anjos que povoaram sua poesia acabei lendo mais vezes,,,

Bjs e adocicadas invenções!

Leandro Jardim disse...

eita, coisa mais bunitinha!

:D

Friendlyone disse...

Gostoso de ler... Bom demais de sentir.

(l' excessive) disse...

quanta belezura....
Liiiindo!

Angélica Juns disse...

Que beleza no desejo de se sentir algo tão intenso e tão sutil, de se fazer as palavras parecerem toques...e serem toques em mim.

Rogério Felício disse...

Simplesmente per-fei-to!!!

Amei...