sexta-feira, março 12, 2010

eu não sei
viver adeus e olá

além das palavras
nunca é partida
ou chegada.

4 comentários:

A czarina das quinquilharias disse...

mas é que a gente precisa de prefácios e epílogos.
bjos e bem vinda ao lar :*

J.F. de Souza disse...

chegar e partir
fazem parte
dessa vida maré

bem como amar

-------------------------------

Welcome, Cabeça Lubi! =)

=*

Múcio L Góes disse...

passei aqui um bom tempo. cavamos o chão, alicerçamos o rumo das paredes, ornamos a sala de estar. num dia voar, quem pôde voou, e nos tocamos além-versos. aqui amassei o pão e o pó da poesia. despetalei mil pés de sorrisos. aqui deitei semen, semente de acender luz. ateh q veio o dia de doer. e doeu. e penso, com dor nao doa, nao inteiro. e pra nao ficar metade, melhor sair de todo. a dor? segue cá. fico de cá alimentando os olhos com cada traço q admiro aqui.

do amor que nos temos
nada se desfez
nosso lance nao tem essa
de era uma vez

bjo em todos!

http://moacircaetano.zip.net disse...

Palavras nada mais são que a tradução da nossa carne... dos nossos ossos...
Então, o que é palavra é cérebro, mão, lágrima, abraço.
Bem-vinda, Lubi, um carinho em seu sorriso.
Bem-vindo, Gil, um abraço em suas mãos.
Até daqui a pouco, Múcio, uma reverência em meus olhos.
Até daqui a pouco, Mary, um beijo na flor que um dia coloquei em seus cabelos...