sábado, março 13, 2010

Fumaça

A roda gigante pára...
tem uns que descem, outros não.
Quem não desce fica ali, suspenso no ar.

Os pássaros passam, passam...
são transitoriedade e canção.
A gente quer prendê-los com o olhar.

O ruim é que pra saudade
não há rima possível
com felicidade...

2 comentários:

Valéria C. disse...

sei lá... pensei que só sentimos saudades pq vivemos algo que foi feliz... paradoxo...
beijo moço dos poemas e canções

J.F. de Souza disse...

definitivamente, não é feliz quem sente saudade. qualquer dor já nos espanta a felicidade.

=(