quinta-feira, novembro 15, 2007



Medo é freio...
Às vezes,
muitas vezes,
freio gasto...
Quando não é capaz de impedir,
rola muito estrago...
Quem tá de carona
quase sempre sai ferido...
Às vezes,
acaba até morrendo...
O motorista?
Esse quase nunca se fere...
Ele fica inteiro
para se preocupar
com o acidente
que ele mesmo provocou...
(E a culpa é sempre do motorista...)

2 comentários:

ZeRo S/A disse...

Poema muito pertinente com a nossa realidade. Parabéns.

Múcio L Góes disse...

Jeff, essa eh a foto fiel do meu acidente!

putz!

[]´s