domingo, janeiro 03, 2010

antepenúltima entrega!

Depois desse, só amanhã e depois! =)

Desfrutem!



de: Renata Aragão (http://docedelira.blogspot.com)
para: Mariana Botelho (http://quelevequenada.blogspot.com)

Patuá

que presente
eu daria
a você
tão distante
se não
poesia
trançada
a barbante
ou a fio
bem fino?

- colar de contas –

eu as contaria
uma a uma
até que
em linha
nenhuma
mais
fosse sozinha
e assim brilhasse
por ter companhias.

- colar de guias -

desembrulhado: sem papel, fita ou bordado.
caído do céu

- abençoado -

Para Mariana Botelho,
amiga poética secreta
a quem desejo um 2010 iluminado!


de: Mariana Botelho (http://quelevequenada.blogspot.com)
para: Alexandre Beanes (http://www.alexandrebeanes.com)

para Alexandre Beanes, um poema de Romério Rômulo:

não acredite na suavidade dos poetas
cujos versos,
por simples,
são um cavalo em pêlo, no cerrado.

(fuja do poeta
como se foge da doença que se estampa longe.
seu fígado é visgo:nada lhe corrói as entranhas.)

os aços mais duros
não conseguiram lhe desmontar as peças.
seu olhar, sempre sobre,
há que ser medido em trovões.

um poeta qualquer, por mais frágil,
faz terremotos parecerem grilos.



de: Alexandre Beanes (http://www.alexandrebeanes.com)
para: Hanny Saraiva (http://hannysaraiva.blogspot.com)

Minha amiga secreta é a Hanny Saraiva. Deu um trabalho desgramado! A danada passou séculos sem aparecer na lista de recados, não coloca nenhum perfil no blog e, ainda por cima, escreve muito bem e de forma muito diferente da minha. Espero que ela goste.

Palavra pede música
Mesmo as que calam
Pois é no silêncio
Que sentimos o porvir da melodia
Ou
A quietude do som.
Mesmo quem vende o mundo
Pede palavra
As ama
E eu brinco de adivinho
Entre bolas coloridas
E canções de Natal
A esbarrar em versos
Riscar
Reescrever
Rasgar
Quem sabe não venda um verso
Ou
Talvez mude o mundo
(modesto que sou)
Ou só venha mesmo dizer
Que é Natal
E essa época pede versos
Muito bem vindos
Mesmo para quem vende o mundo.


de: Hanny Saraiva (http://hannysaraiva.blogspot.com)
para:
Aline Sarmanho (http://blognocaminho.blogspot.com)

MINHA AMIGA OCULTA PARECE SER ESVOAÇANTE.

Título: MMIX
“Não, não e não” – ela disse com paixão para a pilha de unobatainium em cima da escrivaninha de acrílico reciclado. Ele então jogou a possibilidade de extração de um super minério pelo ralo branco da cozinha. Inspirou e expirou duas vezes. “Tem certeza?” – ele perguntou. “” – ela respondeu. Após o apagão das luzes natalinas de MMIX, ele apertou um botão cintilante. Agora há sempre UM BLOG NO CAMINHO.


E vamo que vamo!

12 comentários:

Mary disse...

o amigo poético já está deixando saudade... =~

adorando os presentes! :)

Mariana Botelho disse...

amei meu presente!!! e já tinha visto na casa do doce de lira...rsrsrs
só não me manifestei antes pra não estragar a surpresa.

Renata, linda, obrigada. Mary, obrigada por convidar (Jeff também, obrigada!)

beijos

Iara na Janela disse...

lindo o da renata e o da mariana.

todos muito, muito carinhosos!

o amigo poético já está deixando saudade... =~ [2]

beijos...

Renata de Aragão Lopes disse...

Jamais estragaria, Mari!

Havia planejado
entregar-lhe "Patuá"
antes da virada no ano!

Pra que começasse 2010
abençoada! : )

Muitas felicidades pra você!

Um beijo a todos!

A czarina das quinquilharias disse...

adorei o da mariana botelho. forte, lindo.
uou.

J.F. de Souza disse...

O presente da Renata pra Mariana qrida eu já tinha lido no Doce de Lira. =P

Mas adorei!

(E... Posso dizer? MORRI DE INVEJA da Renata! Eu não conseguiria dar um presente desses pra Nana!)

=* nas 2!

J.F. de Souza disse...

E não é que a moça Nana escolheu um poema bacana pra dar de presente pro Beanes? =)


E... Cara... Esse escrito do Beanes pra Hanny...
--------------------------
eu te dou minha palavra

quem dá valor a ela
é você
--------------------------


E esse da Hanny pra Alhi ficou muuuuuuuuuuuuuuuito a-cara-dela! Excelente! =D


Abraços a todos!

Também vou sentir saudades.

(A gente bem que podia inventar um amigo-secreto antes do fim do ano, né não?)

Mariana Botelho disse...

Renata, :)

pois eu adorei (digo de novo). Tenha certeza que serviu pra abençoar meu início de ano, que já entrei com sorriso de canto a canto.

Jeffinho, bonito: tu já me dá sorriso de presente!

Eu espero que o Alexandre tenha gostado do presente. O Romério Rômulo disse muito melhor do que eu diria sobre poetas :)

beijos, gentes.

The human who sold the world disse...

O que dizer? Só tenho 2010 sorrisos com meu presente!!!

:-)

Alhi disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Aline disse...

HANNY!

Show de bola, garota.

Bem diferente :D

Bjo.

Renata de Aragão Lopes disse...

J.F. de Souza, que inveja boa! : )