terça-feira, agosto 21, 2007

diversão

ver-te azul é ver-te céu,
ver-te séria, coisa rara,
de Vênus, divina Odara.
verte o bem
em ver-te assim,
no sem fim, tão mulher.
diverte-se quem te vê,
venha do vórtice que vier.

5 comentários:

Aline disse...

E vc sempre de braços abertos.

Belo.

Beijo!

Leandro Jardim disse...

e virá
como um prenúncio
na bela veia poética
de Múcio
!

abraço
Jardineiro-o-o-o-o

moacircaetano disse...

vértice, vertigem, voragem!

Cristina Loureiro dos Santos disse...

Que lindo, Múcio!!!

Um abraço :))

Camila Lemos Barata disse...

O homem que é espera...
Raro.:)

Um abraço,querido.