sexta-feira, agosto 03, 2007

Doce Solidão

Um doce
amarga
a calda.

Um pote de vidro
guarda a solidão.

Na etiqueta:
Morte em pedaços.

Eu abro,
Meus cacos
E corto a alma.


ps: E um pouco tardio, mas necessário, deixo o agradecimento em nome de todos ao carinhoso post de Bill em sua Realidade Torta. Obrigada, querido!

5 comentários:

moacircaetano disse...

Aaaaaaiiiiiii!!!!!!!
Naõ sei se sorrio, se choro, se pulo!
Mil sentimentos me tomaram nesse momento, como vc consegue?!?
Uau!

Bill disse...

E alma cortada... Mas cacos...

Há dona moça...
Eu que agradeço as belas palavras de todos vocês que deixam a web mais bela.

^^

:*

Leandro Jardim disse...

bonitriste!
:D

Múcio L Góes disse...

doce, como se viver fosse.

Má.

amo.

:*

Aline disse...

E de opostos somos feitos.

Belo.

Beijo, nêga.