sexta-feira, março 07, 2008

estória de escritor

uma vez
pescando por essas águas
fisguei o maior poema dos últimos tempos

com muito esforço
cheguei a puxar metade das estrofes
pela ponta dos versos
pouco a pouco ia ganhando a briga
mas quando a resolução
já estava saindo da água turva
o bicho, forçudo que só,
me quebrou o fio da meada
e fugiu por água abaixo
me deixando só com um lápis
e alguns versos na mão

mas te contar que aquilo
era uma obra-prima...

Duda

--------------
Eu conheço meu convidado há poucos meses. Tempo suficiente para admirá-lo. Sua escrita é perspicaz e encantadora! Espero que gostem! :)

Mais do Duda aqui: http://dudapih2.blogspot.com

7 comentários:

Duda disse...

que bacana ver um poema meu aqui!

fiquei muito contente quando você me convidou para um post no blog de 7 cabeças. é a primeira vez que um poema meu é publicado fora do meu blog, então está sendo algo importante para mim :)

beijão mary!

J.F. de Souza disse...

Huahauhuahuahuahuahuahuauhahauh...


EXCELENTE!!!!!! =D


E se eu te contar que eu peguei um poema deeeeeeeeeeeeeeeeeesse tamanho aqui, ó?


Huahuahuahuahuahuahuahuahuhauhauhu...

moacircaetano disse...

Eita que eu adorei!!!!!!
Poema de tirar foto!

Múcio L Góes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Múcio L Góes disse...

merece foto, mesmo!

sin duda ninguma!

mais um bom poeta!


bjsss

Aline disse...

uma maravilha de poeta.

XIX!

:D

Leandro Jardim disse...

Perfeito! Um poeminha genial! Grande sacada!

Seja bem-vindo à nossa saudável bateção de cabeça! :P

abs
Jardim