domingo, junho 15, 2008

Campo minado

Os rumos que a vida toma
ou nossa morte iminente
simplesmente não dependem da gente.

Tudo começa
com o primeiro passo
embora nos falte tempo e espaço.

Estamos todos num campo minado
temendo pisar no lugar errado
e querendo mais que todos se matem.

As armadilhas, Deus as criou
e num estranho reality-show
nos transforma em personagens.

Não pedimos pra nascer
nem escolhemos onde, nem sabemos por quê;
tudo que nos resta é sobreviver.

[Fejones & Moacir]

4 comentários:

Múcio L Góes disse...

hehehe essa idéia foi muito boa, parcerias procutivas!

muito bom!

[]´s

Leandro Jardim disse...

gostei bastante também! :D

Nadja disse...

Belo poema!Belo e triste! bjoss

aline disse...


As armadilhas, Deus as criou
e num estranho reality-show
nos transforma em personagens.


lembrou-me o Truman! :D

bão dimais.

abs.