domingo, setembro 14, 2008

Fantasia

Deitada do teu lado,
Me toco...
Te exploro...
Acordo teu falo
Com a ponta da língua
(pronta e ambígua)
Faço jorrar teu sêmen noturno
... engulo teu gosto com ternura
Boca de santa
Garganta de puta
E durmo.

7 comentários:

moacircaetano disse...

Uau!
Estremeceu-me algo aqui dentro!

Mariah disse...

muuuiiiito inspirador isso menina!

J.F. de Souza disse...

Eita...

Márcia(clarinha) disse...

Dorme bem!

lindo dia,flor
beijos

Múcio L Góes disse...

um puta poema!

:******

aline disse...

heheheh

ai ai.

show, Sandra.

Yara disse...

é tua
a ambígua língua
que aponta
e encontra
aqui
um gosto
desperto