segunda-feira, setembro 18, 2006

Ciclos

Amanheci em ti
Ensolarada em nós
Perdi os ditos
Reli os não ditos
E em lugar algum cheguei.
Então voltei,
Retomei as meadas,
Marquei novos passos
E em novos ciclos
Vaguei.

12 comentários:

Poeta Matemático disse...

E eu aqui continuo...

Vagando na saudade..

Múcio Góes disse...

poema bom de vagar, devagar, divagar...

bjo.

Nobre Dama disse...

Gostei !



Bjinhos

GIOVANNA disse...

Lindo!!!!

Mary disse...

Belo, Aline!

A cada novo ciclo, uma bela manhã nos espera...

Bjus!

Nanna disse...

Lindo!

Beijinhos...
:)

remosaraiva disse...

Bom poema, bem ritmado!!


Beijos!!

REMO.

Bill disse...

Humm que delicia =]

Vaguei em tu, nos vastos campos da saudade...

Nha belas palavras moçaaaa =]

:****

Maia disse...

Meus ciclos são sempre os mesmos e sempre com o mesmo parceiro. Não sei se me canso. Só sei que me deixo...

Jefferson de Souza disse...

Alguns ciclos terminam antes do que gostaríamos...
Outros terminam bem quando a gente quer...
Alguns nem começam...
Outros nem terminam...

moacircaetano disse...

peregrina...

Leandro Jardim disse...

Amanhacer em outro é perder um pouco as estribeiras: ou carece o giro ou o imã não quer mais se desgrudar... triste é que no fim, sempre nos restará apenas o só vagar!

bonito poema
bjs do amigo
Jardineiro