quarta-feira, janeiro 10, 2007

A minha convidada está numa fase fantástica de sua vida. Pura energia, cheia de luz!!! Curtam bastante a Juliana Pestana, JuP como costumo chamá-la...
Ela escreve no delicioso
http://mendoscopia.blogspot.com/ !!!
________________________________________________

(H)A Luz

Há luz em toda parte
Um clarão ilumina o fim do túnel
Ofusca os olhos a beleza dessa estrada
O perfume que brota das flores reascende lembranças
Momentos nunca antes vividos
Mas que causam saudade

Cores múltiplas
Sensações únicas
Desejos e esperança se confundem e funde um ser único
Gigante pequenino
Pequeno ser tão grande
Grão de ouro luminoso
Revestido dessa energia
Magia divina que envolve
E recria cada dia dessa poesia

Toda a luz irradia
Magnífica com suas cores cintilantes
Esse perfume que eclode no universo
E chega a mim em devaneio delirante
Sonho acordado que ofusca e expande
Todo pensamento de amor
Irremediavelmente amor.

9 comentários:

mary disse...

Lindo poema!

Cheio de graça e de luz...

Beijos nas duas moças bonitas.

;)

Juliana Marchioretto disse...

arrebentou!!!

beijos

Leandro Jardim disse...

"Irremediavelmente amor."

!!!

Belo poema!!!!

beiJardins nas duas Moçins

Augusto Sapienza disse...

"Não agrupo-me as inúmeras lajotas / Que ornamentam cômodos, suas facetas / Prefiro a natureza das maçanetas / Que dão a função de abrir às portas"
(Auto-bibliografia ideal)

És uma maçaneta, me abriste uma porta...

Beijão

moacircaetano disse...

ah, eu já conheço essa moça, e adoro o que ela escreve...
beijos estreladíssimos!

Juliana Pestana disse...

Ah... e eu que sou fã, agora estou no ar. Obrigada pelo carinho lindo, Nanna!!

Bjos a todos.

Múcio Góes disse...

É, irremediável amor... refletindo esse poema, vejo o amor no fim do túnel...

Bela convidada, Nanna!

bjo pras duas!

Sandra Regina de Souza disse...

Que lindo!!... Adoro os escritos dessa moça recém-conhecida por mim..rs... Bom lê-la por aqui, Nanna!!... beijos nas duas!!

Jefferson de Souza disse...

Lindo lindo lindo lindo!
Lindas lindas lindas lindas!

Esse poema luminoso de tudo serve como boa amostra do estado-de-espírito da nossa qridíssima Jú Peshtana! (Adorei conhecer vc, linda! Valeu por toda assistência no Rio!)

E, de fato, esses poemas reluzentes são sempre mais prazerosos...

Nanna! Acertou em cheio no convite, qrida! (E foi mais rápida que eu, ainda por cima!) =P

Bjão pras 2 qridíssimas!