quinta-feira, janeiro 11, 2007

Num velho bar
coa vela
acesa
guardo
pra mar


Hoje, deixo aqui para vocês um poema de minha queridíssima amiga Elaine Lemos, que está aqui comigo no Rio, acompanhando todas as minhas presepadas!

Se quiserem prestigiar mais escritos dela, visitem:

Metade e Pedaço

9 comentários:

Sandra Regina de Souza disse...

Dois queridos!! Lindíssima Elaine já sou leitora das suas metades... aos pedaços..rs.. Muito bom trazer essa moça para cá, seu Jefferson!.. beijos, pra vcs dois, meus poetamigos reais!!.rsrs..

A czarina das quinquilharias disse...

lindoooos! que inveja :D

Edson Marques disse...

Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as.

Veja o vídeo MUDE no blog:

abraços, flores, estrelas...

Juliana Pestana disse...

Os dois poetas lindos aqui na minha cidade maravilhosa e eu ainda não consegui conhecer a Elaine...

Bjos meus.
Encontros em breve.

Juliana Marchioretto disse...

gracinha!

bjos

Múcio Góes disse...

ah, essa moça tem sacadas ótimas, e, adoro qd ela me tira do chão, como o fez agora.

Massa!

bjss²

Leandro Jardim disse...

Esses 2 são simplesmente D+!

Grande poema!

Grande companhia!

abraços
Jardineirosssssssssssss

Malditas Mulheres disse...

A garoa visita a terra do sol... aproveitem!

Bjinhos de todas.

Jefferson de Souza disse...

Sabia que o povo iria curtir pracaramba, como eu curti!
(Aê, Elaine qrida: não disse que tinha ficado bom?)