sábado, janeiro 20, 2007

PEDIDO

Me põe no prato.
Me come com garfo.
Me come com colher.
Me faz teu macho.
Me faz tua mulher.

Me faz sobremesa.
Me faz antepasto
E festa surpresa.
Teu gato e sapato.
Tua notícia e teu boato.

Me faz teu jornal, tua revista.
Teu livro de cabeceira.
Me faz algo que você leia
E que siga contigo
Pela vida inteira.

Me faz tuas compras de supermercado.
Teus itens de sobrevivência.
Me faz teu cinto de utilidade.
Me faz teus poderes.
Teu segredo... tua identidade.

Me faz o que quiser.
Basta fazer!
E só te peço:
Me faz um pouquinho você!

12 comentários:

Múcio Góes disse...

PQP! Sir Moá, vc, hein?

silêncio.


[]´s

Sofia Loureiro dos Santos disse...

Lindíssimo.

Eu* disse...

Fui lendo, lendo, lendo, lendo....e...:
AAAAAAAAHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!! que maraviiiiiiiiiiilha!!!!!!!!!!!!!!!!

Carla disse...

Sr. Moacir! Muitas saudades dos seus versos irriquietos!!!! Qdo li senti até um "quê" (com todo o respeito!) de Chico Buarque... super beijo amigão!

Marcellinha disse...

Caramba... bom demais, heim! Queria alguém que me fizesse assim...
Bjs

Leandro Jardim disse...

:D
Eeeeeeeeeee
Muito bom!!!!!
adorei!

abraços, mister
Jardineiro

Hiris Ribeiro disse...

Eita!...deu certo?! por que com todas essas opções eu faria! (MUITO BOM)

Aline disse...

Palavras faltam para elogiar-te.
Eu apenas sinto.

Beijos.

Juliana Pestana disse...

Doce
Delícia
Doce delícia
Insano
Delira
Insanos delírios.

Lindiiiiiiiinho demais.

Bjos meus...
ensolaraaaaaados.
^.^

mary disse...

Lindo, Moacir!

;**

Rayanne disse...

M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O.

"Mudei".

***Estrelas***

IsaBellinha disse...

Uso as palavras da amiga acima, fui lendo, lendo, lendo, lendo... uahuhauhauhuahuaahua
essa poesia não merece fim, que maravilha Moacir! :D