quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Cinzas

Ser feliz ou ter razão?
Realidade ou ilusão?
Afinal...
O que é real?
O que não é?
Folia de carnaval
Em meio à melancolia
Quatro noites de alegria
Alegria sem razão
Sem noção
do perigo
da Realidade
Baranga nua
crua
injusta
- Socorro!!!
Fujo dela mesmo!
Afinal
quem vive feliz
vive de ilusão
Foge da Realidade
Foge enquanto pode
Foge agora
Aproveite bem essas quatro noites
Depois
Você vai ter que ficar
com a Realidade
daquele jeito
De qualquer jeito
você vai ter que ficar com ela
Foge agora
Viva a ilusão
Que é pra essa baranga
lhe parecer catável
Viva a ilusão agora
Foge agora
Depois
Você cansa
e se rende
Aproveite bem essas quatro noites
Depois
Só sobram as cinzas

8 comentários:

Poeta Matemático disse...

Ahn...

Um samba de cinzas..

Bonito

Juliana Marchioretto disse...

ser feliz sempree!!

beijo

Augusto Sapienza disse...

A realidade é feia pois o sonho é um parâmetro mais bonito e fácil... A realidade não vive de sonhos, o homem vive de sonhos... Sonhar é bom, viver de sonho é ilusão... Ser forte é buscar os sonhos na realidade, mesmo que ao final, se perceba que a busca foi vã...

Abs

Juliana Pestana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Múcio Góes disse...

domingo, mela-mela,
folia.
quarta-feira,
mera mela
ncolia.


[]´s

moacircaetano disse...

Dúvida: cinzas podem ser coloridas?

Leandro Jardim disse...

sobram as cinzas em sua cor
assombram lembranças do vão torpor
e quedam sombras
da ilha da folia e do amor!

hehe
grande escrito, caríssimo Fejones!
mas diga, se fantasiou de feijão?!?!

abraço Jardineiro

Aline disse...

Muito bonito, Jeff!

:*