sábado, janeiro 05, 2008

Rolim de Moura

Distância.
E poeira.
E pernilongos.
E calor a noite inteira.

Distância.
E saudade.
E poeira.
E eu... só metade!

Distância.
Matadeira.
Distância.
E poeira.

E bem-aventurados os que estão longe,
pois deles é o Reino do Esconde-Esconde.

5 comentários:

Patrícia disse...

ai, ai, ai! nem gosto de lembrar que vc está tantos quilômetros de distância... dá um aperto no coração. Te amo!

(l' excessive) disse...

Ficar pela metade qdo. se sabe da outra metade, não é moleza não! Duro, muito duro. E dá-lhe poeria e pernilongos!
Lindo lamento de amor, meu caro!

A czarina das quinquilharias disse...

bonitim.
rolim moura brasil? com tanta poeira...

Leandro Jardim disse...

hehe, delícia!

Múcio L Góes disse...

quem é vivo sempre desaparece!

[]´s