quarta-feira, dezembro 24, 2008

E mais presentes pipocando por aqui!

De: Fábio Brandão (Bill) (http://www.prahoje.com.br/bill)
Para: Yara (www.atraversando.blogspot.com)

Noite de chuva...
Na palha branda das horas, o chiar dos segundos, distraía-me com Beckett durante madrugada, ouviam-se gotas batendo no parapeito da janela, aqui dentro, folhas arqueadas e uma vela dançando no doce vento que teimava em correr pela casa, vida llumi(nada), então fez-se um grande silêncio, podia-se ouvir somente o som furtivo das folhas como uma sinfonia de Bach e mais nada.
Na janela, a luz da lua...Um vislumbre da verdade, somos uma pequena gota de chuva, escorrendo lentamente no vidro transparente da vida, na luta para não nos destruirmos antes que cheguemos ao fim...
Voltei, estava sonolento, agora entre as palavras, atraversando as horas, sigo cheio de versos...Adoro o som da chuva...

Meu amigo poético é... Uma amiga, a Yara, que não conhecia e na verdade o presente quem ganhou foi eu, conhecer o blog dessa dona moça de belos versos e letras.


De: Yara (www.atraversando.blogspot.com)
Para: Alex Pinheiro (http://invento0.blogspot.com)

DESAFIO

Eu truco
o poeta marqueteiro!

Este algo
atrás do teu olho
que grita um (m)urro
hiperbólico
aos eufemistas...

Este grito sinusite,
que regurgite dissabores
(língua ígnea draconiana).
Que explicite teu pe(s)cado
meticulado, imaculoso, promiscarado
(perdoado).

Eu truco
teus verti(hai)kais,
teus cheiros guardados em livros.
Tua rima garapa,
teu pastel de in-vento.

De: Alex Pinheiro (http://invento0.blogspot.com)
Para: Marianna (Yulliah) (http://paponoape.blogspot.com)

Minha amiga poética era, inda nem tem tempo, uma desconhecida pra mim. Veio de sabem os deuses por onde! (rs). No entanto descobri, viajando em papos no apê, algumas afinidades que, confesso, foram a motivação para a escrita por encomenda. E saiu, assim abortando alguma vida, o meu presente:

Transfiguração Capixaba

Ainda cego
vejo In-rasantes
Ela
, antes
enquanto flor,
fabricando
o
odor
que agora sai
revelando
de Chopin
a Avôhai.

Felicidades a você, Yulliah! E a todos os amigos poéticos!

18 comentários:

Yulliah, Nana, Mannï... disse...

Ai, adoray!!! Bjussss pralex ^^ mas, cadê o que eu mandei??? Não era pra sair o meu amigo secreto logo depois do meu presentim? Nhá.

Alê Quites disse...

Cadê o meu presente!?

Feliz Natal! Viva a presença e o presente!

Beijos

Flávia Jorge disse...

tb to esperando o meu, mas tô adorando esses todos, mto bom todas elas letras nos acariciando...

Marrí disse...

!

Estou encantada com o cheiro das palavras... as sensações indescritíveis que me causam!

Saciada...

Cosmunicando disse...

tudo lindo, e a expectativa aumentando!

Grazielle disse...

Consigo me impressionar a cada post... lindos

Alex Pinheiro disse...

hahaha,,, Ameeeeeeeeei a brincadeira com os ditos no InventO. Sagaz e criativa, a querida Yara.

Putz, mew! Muito loko ler uma poesia feita pra gente, cara!

Tô assim ainda sem mim, rs...

Valeeeeeeu Yara!
...

Marianna:
Vou de explicações,,, pois que só depois de enviar a poesia é que li seu comentário a respeito da pretensão em trio lá no Papo no Apê. Peço que me desculpem: Nana e Manni.
Do resto,,, feliz por ter gostado da transfiguração.

Bjs, abraços e comemoradas invenções!

Yulliah, Nana, Mannï... disse...

Relaaaaaaaaaaaaaaaaaaaxalex, adoramos o presente, e, principalmete lembrar as origens da coisa-blog (capixabérrimas!) ^^ Lady Mature e Lady Lerbach adoraram e participarão nos próximos amigos poéticos que vierem, com poesias feitas a 6 mãos ^^ agora, cadê o presente que eu mandei?????? Nhá... tia Mary (uma delas, a administradoraê) até tinha agradecido via e-mail... ='(

luma carvalho disse...

adorei essa idéia! ofertar poesia é sempre um presente lindo e original...

beijos na alma
com sabor de "e diga se poesia não é ver o brilho dos olhos de uma criança diante de um papai noel de vitrine dizendo: "oi, papai noel?!"

luciana
luma
lua

Mulher na Janela disse...

ai que lindo! emocionadíssima ter recebido meu presente justo no dia do meu aniversário! adorei, fernanda! fiquei encantada...a minha cara!

espero que José tenha gostado do presente que te fiz!

beijos a todos!

The human who sold the world disse...

Melhor Natal poético que já vi.

;-)

Leandro Jardim disse...

Realmente, está uma cereja esse natal! :)

mari disse...

ai! cadê o meu?!?!!
MUUUUUITO CURIOSA!

to amando esses presentes!

feliz natal!!!

Stella Polaris disse...

cadê o reeeesto?!
eu quero meu presente!

J.F. de Souza disse...

Bill é um sortudo! Sorteou uma das que eu queria ter sorteado...

Mas mandou bem pacarai!!! O escrito pra Yara ficou maravilhoso!!! =)

Alex, meu camarada saltense, é outro sortudo! Ganhou presente de uma das minhas poetas-logueiras favoritas!

Truco-seis-nove-doze! Eita porra...

E o presente pras moças do apê, que também ficou dahora! Afinal, Alex não é marreco nem nada!


Galera... Como eu tô feliz com tudo isso aqui... Só presentão!!!


Abraços! E que tenham passado um feliz natal!!!

moacircaetano disse...

Amei os três, muito bons!
Mas os tr(b)ocadilhos da Yara me fizeram nascer um sorriso enorme na cara!
Parabéns a todos!

Beatrice Jasmin Noire disse...

Obrigada pela prosa-presente com som de chuva, Bill =)

Desculpe o atraso, eu estava em festa por esses dias.

Nem vi a festa que por aqui também se desenhou com tantas e belas palavras presenteadas =)

Lindo este amigo secreto.

Mary disse...

tia Mary? :-O hahaha

Adorei os presentes!
O da Yara está mesmo maravilhoso! :)