segunda-feira, dezembro 01, 2008

puppetry

Este aqui é o meu território
E eu faço de você
Acessório
Aliás, olha tu ali
Dançando o fandango
Juro que te vi
agarrando um travesti
Olha lá o Lênin e o Trotsky andando de patinete
E o Tom Hanks estralando o suspensório
A escrita é meu escritório
E qualquer um pode ser
Marionete.

5 comentários:

J.F. de Souza disse...

Czarina, master of puppets!

Excellent! =)

Henrique disse...

Adorei você mexendo os ombros!!! muito bom! Presunçosa ou poderosa? ficou a dúvida...

beijo grande e vou de escada rolante,,,,,,.......

Mary disse...

Gostei dessa dança!

:*

moacircaetano disse...

Maravilha!!!!!!!!!
Me lembrou Quero ser John Malkovich, um dos meus preferidos...
Adorei, adorei!

Beatrice Jasmin Noire disse...

escri-títere:
para ser no verso
marionete de si