sexta-feira, janeiro 30, 2009

me deixo afundar
em areias movediças
com a esperança
de segurar tua mão

11 comentários:

Fernanda Cozendey disse...

que lindo; mesmo.

Vanessa disse...

Hum, esse dá continuação!

Múcio L Góes disse...

"por mim eu ia onde
o cavalo olhava,
por vc
eu cavalgava"

bjo.

lov.

Alex Pinheiro disse...

Bom,, se eu tiver FORA da areia movediça te empresto sim minha mão, rs
Coisa de Titanic isso! haha

Bjs e sensíveis invenções!

Ramon Alcântara disse...

Querer não querer.
histéricas!

demandas!

anareis disse...

Estou fazendo uma campanha de doações para criar uma minibiblioteca comunitaria na minha comunidade carente aqui no Rio de janeiro,preciso da ajuda de todos.Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

(l' excessive) disse...

Virgem Santa!!!!
Coisa mais liiiiinda!

milene portela disse...

é tipo um
HEEEELP! I need somebody! ;)

J.F. de Souza disse...

da última vez que tentei algo assim, pulei de um prédio

não deu certo

Sandra Regina de Souza disse...

não fosse o medo de sentir as mãos escorregando...... Belo, demais, moça! poema pra se aprofundar...

moacircaetano disse...

segura...
minha mão é tua!
meus dedos delicados
delineando
tuas costas nuas...