quarta-feira, janeiro 28, 2009

Ela mesma, a Poesia

é despertar e enxergar além de o ou a
visão audição olfato tato paladar.
entregar-se para o sentir e perceber.
a Poesia é aprofundar-se
e procurar em si palavras
e substitui-las substitui-las substitui-las
perdê-las e insistir em
re e construir até que
perfeitamente.
e cuspir sem silêncio o que
a Poesia.
cuspir sem silêncio
e não implorar ouvintes
mas quando
seduzir e penetrar e abusar.
a Poesia é acariciar
todo o sofrimento em não esquecer
a obrigação de unir-versos.

10 comentários:

Stephanie disse...

eu gosto tanto desse poema, porque muitas vezes sinto muito perto de tudo isso.

;)

beijjo beijo beijo

Sandra Regina de Souza disse...

A Poesia é isso... deixar-se levar pelos sons... pelas intenções... ARREBATADORA a Poesia! Linda, Lubi!!

Vanessa disse...

Poéticos do inicio ao fim, belos versos.

Rayanne disse...

Poesia, Linda.

Sem saber se explode
ou significa.

**Estrelas**

Alex Pinheiro disse...

"unir-versos" matou a pau!
:)
Coisa de satisfazer a substituição,,, no momento distância da menina Aine.
Belos versos!

Bjs e posicionadas invenções!

Múcio L Góes disse...

é o nosso doce lapidar diário das palavras q captamos no ar.

massa, Lubi.

Caito disse...

Faço coro, mato a pau.

J.F. de Souza disse...

uni
versos
incompreendidos

e a poesia surgiu

Mary disse...

lindo, Lubi!

:*

moacircaetano disse...

Afe!
Soberbo!
E mais diria... Fundamental!
Pra copiar e colar na massa cinzenta e no coração!