quarta-feira, março 18, 2009

anis

por onde passo
visito memórias
fatos e fotos
dores e ardores
personagens dispersos
roteiro naufragado
objetos da mesma oração
a mesma
sem credo e sem fé
esperança pouca
de bobagem tamanha
e eu
não me acho mais
não me vejo ali
nem no barco
nem no cais
e na boca o anis
de nunca querer mais.

2 comentários:

Múcio L Góes disse...

hum... gostei do jogo, e do frio na barriga no final.

=*

Mary disse...

adorei esse final, line.

(L) :**