domingo, março 29, 2009

Qualquer alento

Seus versos
atravessam
a ponte
aérea
férrea
térrea
e de não-matéria

Eu,
do outro lado,
só os deixo

os vejo passar

Antes de pular

3 comentários:

Sandra Regina de Souza disse...

AMEI!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Sem comentários.... bj

Mariana disse...

Rapaz,

ótemo demais!

Aline disse...

lindo, JEFF!!


adorei.