sábado, março 21, 2009

Manhã

As coisas choram
estertoram
ao toque do olhar

As coisas dançam
intangíveis

As coisas afloram
se assenhoram
sem se desculpar

As coisas são
quase visíveis

As coisas se renovam
se esquecem
de sua natureza mineral

As coisas cobram
com dor
seu despertar acidental

3 comentários:

Takren disse...

Olá meu amigo de 7 Cabeças! Depois de muito tempo voltei :P

Vou me dedicar mais ao meu bloguinho e estou avisando a galera que voltei a desenhar nele.

Passa lá e toma um café.

[ ]s
Takren
www.mundico.blogspot.com

Anne Araujo ´=) disse...

Lindo ^^

Mary disse...

coisa linda! :D

:*