sábado, março 14, 2009

Milene Portela

Ela escreve de um jeito lindo, que toca a gente de uma forma lúdica, lírica, leve, linda...
Se uma criança pudesse escrever poesia, com certeza seria assim...
Como se estivesse pulando corda, brincando de roda, tomando banho de chuva...
Com vocês, Milene Portela, a moça do Morango Malagueta Morfina.

espirituoso –
sacadas brilhantes com
gargalhadas altas
olhos nos olhos alegres
pequenos segredos
trocados, armadilha
aberta, peito fechado –
inspirador -
a petulância irrita,
faz rir e pensar
no certo, no errado
e em todo o resto –
sacana –
papo non sense
por horas
sentidas, curtas
melodias em cada
mordida pequena,
sabor gostossim –
um manual
de trás pra frente:
tão desaconselhável.

tão ele,
(ai)

ele

ri que ela é
prosa.
(mas faz dela poeta.)

7 comentários:

milene portela disse...

ôo, gente...
criança também chora, né?
e solta um sorrisão quando está contente e uma careta engraçada quando recebe elogio. =D

muito obrigada, pela oportunidade, pelas palavras, pela gentileza.

toda vez que puder contribuir, estarei aqui pulando corda!

bjo!

Stephanie disse...

lindo o poema, tem todo um ritmo dessas situações entre gargalhadas e desejo e defesas alertas,

toda uma atmosfera transcrita.

=)
beijos

Mary disse...

adorei! gostoso de ler :)

beijos aos dois :*

Sandra Regina de Souza disse...

Muito bons os versos da moça, Moa!!!
Tem um estilo leve envolvente... gostoso de ler... no ritmo ...
BEijos pros dois!!

A czarina das quinquilharias disse...

adorável:)

J.F. de Souza disse...

De fato, gostoso de se ler... Leve brisa que bate por aqui, daquelas sempre agradáveis!

Prazer em conhecer! Devo visitar o blog da moça, com certeza! =)

=*
-----------------------------------

Mandou bem, Moa!

1[]!

Múcio L Góes disse...

sim, sim, sim, mr. moa!

essa moça é td isto, com sua poesia MilenAR.

=]

bjos²