sexta-feira, março 06, 2009

[...]

eu que nada sei do universo
admiro o horizonte

ele não me mostra respostas
mas um infinito de possibilidades

8 comentários:

Thais Zimerer disse...

"admiro o horizonte

ele não me mostra respostas
mas um infinito de possibilidades"

Adorei isso! Postei no meu blog, mas com os devidos créditos!

J.R. Lima disse...

linda reflexão!

afinal, possibilidades são coisas que deixamos para trás ao fazer algumas escolhas. ou então: o ideal, como o horizonte, está sempre um pouco mais adiante... (como escreveu, uma vez, o autor do meu blogue)

Um beijo!

moacircaetano disse...

possibilidades são o infinito de cada um de nós...

Marrí disse...

Expansão em poesia, lindo!

Risos...

Nadja disse...

Lindo!
Lindo!
Lindo!



Minha poeta da família favorita!!!


uheueheueheu


bjosss

Múcio L Góes disse...

matou a pau!

que os dias
que passaram
me contem

o que eu
deixei de ver
ao nao mirar

meu horizontem

bjo, mô.

Sandra Regina de Souza disse...

sem perspectivas... meu horizonte se perde nas impossibilidades...

J.F. de Souza disse...

Como às vezes, acontece, lembrei de um escrito de tempos atrás!

Mas o teu ficou infinitamente mais interessante... =)

=*