terça-feira, agosto 22, 2006

bolero de babel

pulou do último andar
do mais alto prédio,


nasceu coragem, m
o
r
r
e
u


t
é
d i o.


12 comentários:

Maia disse...

Muito bacana, muito bacana mesmo. Até.

Jefferson de Souza disse...

E muitos outros estão pra nascer...

Nanna disse...

É preciso muita coragem pra morrer, ou matar... É preciso coragem pra renascer...

Beijos...
:)

Mendoscopia disse...

óooootimo!!!!

Marcia

Ady Cavalcante disse...

Muito bom!!!

Aline disse...

Belo.

:*

Tanara disse...

Na verdade nasceu frequeza, cresceu tédio...

vanessa disse...

Palmas!!!!!!!

remosaraiva disse...

Ou morreu inédito??


Abraços!!

REMO.

Mary disse...

Maravilhoso como só você sabe ser, Mu! :)


;**

Leandro Jardim disse...

simples
mente
genial!

Rayanne disse...

Vc, fabuloso sempre, até mesmo concreto.

*estrelas*