domingo, julho 15, 2007

0.7

o detetive
do grafite
detem um zero
a menos
e notas 10

4 comentários:

André L. Soares disse...

Belo poema. O poetador cantante cada vez mais inspirado. Um abraço, Poeta!

Jefferson de Souza disse...

Oraora, Jardinal...

Belo joguete!

1[]!

moacircaetano, todo prosa! disse...

na ponta do lápis, hein? rs...

Aline Borges disse...

Inteligente!

Adorei!

Bjão.