quarta-feira, julho 11, 2007

[todo o resto
é de fato
esse retrato
que guardo
no meu peito
quando me deito
ao seu lado...]

5 comentários:

douglas D. disse...

o que resta de
nós
migalhas desses
nós
é o que somos
quando somamos
o eu ao tu
e continuamos
sós.

moacircaetano, todo prosa! disse...

e tudo o que resta
é o rastro
formado
pela fumaça espessa
de poesia
que deixas
quando passas...

Aline Borges disse...

não existe lugar melhor para estar...

Bjos!

Bill disse...

:)~

[re]trato que se perde na imensidão dos seus olhos quando beijam os meus...

Nem sei o que dizer... Simples e lindo demais... Dá para imaginar a cena...

:*

Leandro Jardim disse...

o que resta
é rastro
do res do chão
que já foi salão
de festa


hehe, bonito

beiJardins