quinta-feira, agosto 14, 2008

ringue et tone

Fico sentado no escuro
O dia todo dentre muros
Esperando que saia do meu bolso
Um sinal
Eu aguardo e mal respiro
Se morrer, não foi de tiro
Foi ansiedade fulminante
Ou excesso de calmante
Que eu pus no meu Nescau
Pode haver uma chance
Na qual me agarro, luta e rinha
Esse aparelho vai dar linha
Todo túnel tem final


o temível telemóvel

13 comentários:

Aline disse...

voto na cza novamente, mesmo sabendo que ela só tenha escrito um.

:B

Sabrina disse...

czarina!
:)

Sabrina disse...

lendo de novo...
ai, ai, ai...
será que o Múcio?
:)

Jake disse...

hummm...Múcio?

to achando

:*

Múcio L Góes disse...

vale oq há: CZÁ!

:p

Mary disse...

muito bom! quem será? :P

moacircaetano disse...

Foi a Cza mesmo!
O Nescau denunciou!
hahahahahah!!!!!!!!

Sandra Regina de Souza disse...

Eu vou na contramão..rs... voto no Jeferson!!

Leandro Jardim disse...

Eu voto Mucius!

A czarina das quinquilharias disse...

não sei, quem sabe o múcio?

Aline disse...

hahahahahaha

cza, tem uns trechos que te entregam nesse poema.

:B

J.F. de Souza disse...

Até apostaria na Czá...
Mas...

Cara... Os escritos estão seguindo uma linha bem semelhante... Tá ficando difícil de dar palpite...

Eu poderia citar Moacir por uma 3ra vez...
Ou Mucius por uma 2da...
Ou Aline ou Ma por uma 2da...

Só não citei Czá e Sandra até aqui!

J.F. de Souza disse...

Portanto...

Palpite da vez:

Czá
ou
Sandra deixando o erotismo de lado