sábado, setembro 26, 2009

História

Me calo.
E cada palavra me dói.
Não sai.
Corrói.

Me instalo
em algum lugar que não sei.
E sei
que cada dia longe de mim
é um passo em direção ao fim.

5 comentários:

J.F. de Souza disse...

cada dia
longe de
mim
é um passeio
a qualquer lado
onde eu possa
me encontrar

Sandra Regina de Souza disse...

Caminhamos sempre pro fim.. caldos ou não.. é triste!

Mulher na Janela disse...

de uma humanidade desconcertante.

lindo!

Múcio L Góes disse...

pra mim nao tem fim, nem caminhos... como Lorca, hay caminantes.

=]

Í.ta** disse...

dor.
escrever.
sim.

é cortante.