quarta-feira, setembro 30, 2009

planeta

sinto-me um planeta
das crateras aos cometas
tenho tudo aqui
até ausências.
passo o dia a orbitar
não durmo.
um cochilo talvez...
planetas não dormem
cospem elétrons coloridos
.

7 comentários:

Nadja Reis disse...

Muito bom esse poema!


:)

Talita Prates disse...

Muito bom, gostei pra caramba!
Bjo!

A czarina das quinquilharias disse...

seriam os eletrons os sonhos do universo?

Múcio L Góes disse...

puxa, dos teus, mais um que será meu!

lindamor.

=*

Lu Martins disse...

Adorei o poema! Que sonoridade, divertido até! Gostoso de correr os olhos pelas palavras e de ouvir o som na mente.
Gostei do blog, espiarei mais vezes...

http://leiamaisaqui.blogspot.com/

moacircaetano disse...

Planetas giram, serelepes!
Planetas inspiram.
Primam por não serem óbvios.
Por gerarem ovnis.
Por bailarem, sem raízes.
Planetas são alines!

Sandra Regina de Souza disse...

fora de órbita!!!...Vc estrela que brilha em todo planeta! bj